Tênis de corrida ou tênis de treino? Entenda a diferença!

Surgiu aquela dúvida na hora de comprar? Afinal, tênis de corrida ou tênis de treino? Se você quer se exercitar, mas ainda não sabe escolher o calçado ideal, então veio ao lugar certo. Aqui, você vai entender finalmente a diferença entre esse dois modelos.

Além disso, vamos abordar as características que fazem cada calçado ser mais indicado para um tipo de uso. Sabia que escolher o tênis errado pode causar dores, queda no desempenho e até lesões na coluna? Inclusive, a região entre a cervical e a lombar é a mais afetada.

Confira a seguir as principais razões para escolher o tênis certo!

Problemas que você deve evitar

O surgimento de calosidade nos pés, bolhas, dores nas articulações ou estresse muscular está diretamente relacionado ao tênis que você usa para se exercitar. E, na maioria das vezes, o problema não está no calçado em si. Parece confuso?

A verdade é que você deve escolher o tênis conforme a atividade para a qual ele foi projetado. Errar nessa hora vai comprometer seu desempenho e causar vários problemas.

A fascite plantar é caracterizada pela inflamação na parte inferior do pé. Isso provoca uma dor aguda na região do calcanhar. Em casos mais graves, pode ser necessária uma cirurgia, além do uso de órtese e de fisioterapia. E uma das principais causas é correr usando tênis de treino.

Por outro lado, se você usar tênis de corrida na academia, dependendo da atividade, pode ter lesões no tornozelo, joelho ou coluna.

Tênis de corrida ou tênis de treino?

Em primeiro lugar, é importante você conhecer o seu tipo de pisada. O exame é chamado baropodometria. Ele vai identificar se a prevalência é supinada, pronada ou neutra. Sem saber o seu perfil, provavelmente o corpo vai forçar músculos e articulações para se equilibrar.

  • Supinada – O peso do corpo é apoiado nos dedos de fora.
  • Pronada – Você força o pé para dentro.
  • Neutra – Equilíbrio na pisada, com menor risco de lesão.

Para cada tipo, existem tênis de corrida e para treino. Veja as características de cada modelo:

Tênis de corrida

São calçados planejados para movimentos para frente e possuem o calcanhar mais alto e máximo desempenho na absorção de impactos. Além disso, são bem arejados e confortáveis.

Por exemplo, veja o Mizuno Wave Creation 18, que oferece máxima performance para corredores, seja qual for o terreno. Seu solado é produzido com EVA 36% mais leve do que o comum, mais macio e de alta absorção de impactos. O cabedal é feito com tecido AIRmesh de tramas abertas para melhor ventilação e oferece mais flexibilidade no calcanhar. Além de tudo, sua palmilha também possui ação antimicrobiana.

Tênis de treino

São pensados para movimentos multidirecionais. Também oferecem absorção de impactos, mas nem tanto como o tênis de corrida, pois aqui é priorizada a estabilidade. Na musculação, nosso joelho não é tão impactado como ao correr.

Seja em aulas ao ar livre ou dentro da academia, você terá atividades de força, agilidade e levantamento de peso. Além disso, pode saltar ou se mover de lado.

São contextos bem diferentes do que acontece em uma corrida,. Portanto, o calçado é construído de outra forma.

Conclusão

Da mesma forma que um tênis de corrida com calcanhar alto pode prejudicar nos movimentos laterais e seu amortecedor pode dar menos estabilidade no levantamento de peso, tais características são essenciais para a finalidade que ele foi projetado.

Já o desempenho de um corredor, usando tênis de treino,  também vai ser comprometido. Por isso é melhor você escolher o calçado ideal para cada atividade, sabendo que assim estará evitando problemas na coluna, músculos e articulações. Além de calosidade, bolhas e desconforto nos pés.

E aproveitando que acabou de compreender as diferenças entre os modelos, que tal dar uma olhadinha em nossas ofertas imbatíveis de tênis Mizuno?

Tênis de corrida ou tênis de treino? Entenda a diferença!
Compartilhe

Inscreva-se em Esporte Legal