Está difícil largar a preguiça e começar a correr? Veja 7 motivos!

Olhar o seu corpo em forma naquela foto de alguns anos atrás causa tristeza? Muitos imaginam que a preocupação estética seja o principal motivo para começar a correr. Mas conhecendo melhor o estilo de vida de quem se exercita, percebe-se que tornar a prática de atividades físicas um hábito favorece na produtividade, nos relacionamentos, na autoestima e muito mais.

Talvez,  o que te impede de correr seja a falta de tempo. Porém, se a sua disposição estiver baixa, será muito difícil dar conta de uma rotina agitada. Achando que não tem espaço para atividade física no seu dia, você acaba sabotando seus próprios objetivos na vida.

Se você acredita que não tem tempo para correr, experimente começar com apenas 15 minutos no início do dia.

Ah, mas talvez o problema seja falta de condicionamento físico… Afinal, depois de anos no sofá vendo Netflix, seria impossível ter o desempenho de um atleta. Verdade. Mas se você caminhar pelo menos 20 minutos por dia, após duas semanas estará pronto para correr. Simples assim!

1 – É fácil e barato

Você não precisa frequentar uma academia ou comprar sua própria esteira. Basta escolher uma praça ou avenida perto de onde mora. Encontre um local que seja agradável e inicie seu novo hábito.

Aliás, no ambiente externo, você terá o atrito do terreno, inclinação e o vento como fatores que potencializam a queima de calorias. Se estiver em contato com a natureza, a corrida vai se tornar ainda mais agradável e relaxante.

Só não esqueça de usar roupas confortáveis, com tecidos leves e que absorvem a transpiração, e um tênis de corrida adequado, que vai favorecer seu desempenho e evitar lesões.

2 – Ajuda a perder peso

Uma ótima notícia é que a corrida acelera seu ritmo cardíaco e estimula o metabolismo. Além de fortalecer o miocárdio e melhorar a circulação sanguínea, o exercício vai oxigenar as células do organismo. Pessoas que correm, ainda que moderadamente, reduzem pela metade o risco de doenças cardíacas.

Correr acelera o seu metabolismo e gera queima de calorias, mesmo horas após o exercício. Por outro lado, vai moderar o apetite, pelo seu efeito anorexígeno. Há estudos científicos relacionando os neurotransmissores produzidos durante a corrida à inibição do sinal de fome enviado ao cérebro.

Na Universidade de Aberdeen (Inglaterra), uma pesquisa apontou que o impulso por alimentos muito calóricos foi atenuado em decorrência do exercício regular. Portanto, ao praticar corrida você também será estimulado a melhorar sua alimentação.

3 – Beneficia as articulações

O impacto moderado, quando você corre utilizando um calçado adequado, estimula o fortalecimento dos ossos. Os tendões e articulações também ficam mais fortes, combatendo assim problemas como a osteoporose (que é a perda da massa óssea relacionada à idade ou deficiência de cálcio).

Por outro lado, o sobrepeso é o principal causador da artrite, com risco bem maior para seus joelhos em comparação a quem pratica corrida usando o tênis certo.

4 – Reduz o estresse

Sabia que no tratamento da depressão e outros distúrbios, uma das recomendações mais eficazes é a prática de exercícios? Ao correr, você produz mais endorfina, um hormônio que, ao ser liberado, promove a sensação de bem-estar.

Esse efeito benéfico é tão marcante que alguns estudos chegam a compará-lo ao prazer buscado por usuários de entorpecentes. Nem é preciso reforçar que seu organismo estar “viciado” em endorfina é bem melhor do que o consumo de drogas (lícitas ou não) e álcool.

Muito dificilmente, você verá praticantes regulares de corrida apresentando problemas com sono ou tomando remédios psicoativos. Isso porque o exercício vai liberar substâncias relaxantes no organismo, além de extravasar seu estoque de energia e melhorar a regulação da temperatura corporal.

5 – Melhora a resistência muscular

Os músculos são formados por proteínas, mas não basta apenas incrementar esse nutriente na sua alimentação. Para o fortalecimento da massa muscular, você precisa de contrações. É aí que a corrida ajuda muito, já que movimenta panturrilha, glúteos, quadríceps e quase todos os membros inferiores.

6 – Controla os níveis de colesterol no sangue

Além do emagrecimento proporcionado por começar a correr, aliado ao fato de melhorar a circulação sanguínea, existem estudos relacionando a atividade à queda nos níveis de colesterol no sangue.

7 – Desenvolve a capacidade respiratória

Ao correr, você controla o ritmo da respiração. O exercício vai fortalecer o diafragma e os músculos intercostais. Assim, a absorção de oxigênio pelos brônquios também será favorecida e o cérebro é melhor oxigenado também.

Dicas importantes para começar a correr

É preciso algum outro exercício além de correr?

Bem, para fortalecer a estrutura muscular e evitar lesões, é recomendável a prática de musculação. Comece no seu ritmo, sem se comparar com outras pessoas. Verá que logo estará se sentindo bem melhor.

E quantas vezes por semana é preciso correr para perder peso?

Isso vai depender da quantidade de calorias que está você ingerindo, já que ela precisa ser menor do que o gasto calórico em suas atividades rotineiras. Portanto, a dica de ouro é: corra sempre que possível!

Mas lembre-se: uma boa corrida é aquela em que não há lesões. Por isso é fundamental usar um calçado que absorve os impactos, evitando comprometer seus joelhos.

Afinal, o tênis de corrida ideal é modelado para favorecer seu movimento. E, ainda, proporciona uma ventilação adequada para que não haja excesso de umidade nos pés.

Você pode encontrar o tênis de corrida ideal em nossa loja. Produtos de qualidade, marcas renomadas e ofertas imperdíveis. Confira agora mesmo!

Está difícil largar a preguiça e começar a correr? Veja 7 motivos!
Compartilhe

Inscreva-se em Esporte Legal